domingo, 12 de setembro de 2010

Por Que Perdoar

É claro que o principal motivo para o cristão perdoar é o mandamento bíblico. Jesus disse que se o nosso irmão contra nós pecar quatrocentas e noventa vezes num só dia, ainda assim devemos perdoá-lo. Porém, quero falar agora sobre motivos pragmáticos para perdoarmos. Vamos a eles.
Em primeiro lugar, só o perdão é capaz de quebrar a mágoa. O ofendido, e não o ofensor, é o primeiro a se beneficiar com o perdão.
O jagunço Riobaldo, personagem de Grande Sertão: veredas, explica o que aprendeu sobre o assunto:
"Mas, na ocasião, me lembrei dum conselho que Zé Bebelo, na Nhanva, um dia me tinha dado. Que era: que a gente carece de fingir às vezes que raiva tem, mas raiva mesma nunca se deve de tolerar de ter. Porque, quando se curte raiva de alguém, é a mesma coisa que se autorizar que essa própria pessoa passe durante o tempo governando a idéia e o sentir da gente; o que isso era falta de soberania, e farta bobice, e fato é."

Em segundo lugar, só o perdão liberta o ofensor da carga de sua culpa. Foi o que aconteceu com Pedro após o seu fracasso. Negou o seu Mestre por três vezes, mas depois do perdão foi renovado e escolhido pelo Filho para ser o líder da incipiente igreja.
Para recorrer a outro clássico da literatura universal, poderia citar a redenção do criminoso Jean Valjean, de Os Miseráveis. Somente depois da atitude perdoadora do bispo é que ele se tornou um novo homem.
O perdão é, de fato, algo antinatural. Contraria todo o nosso senso de justiça. Mas há coisas que só ele pode fazer.

5 comentários:

Daniel Leite Simoncelos disse...

Curti bastante o blog e ja to seguindo.

Tenho um blog com objetivos parecido com o de vocês. Depois dêem uma passada lá..

www.somenteagraca.blogspot.com

Abraços,
Daniel

Catita disse...

Concordo com tudo, vou seguir este blog.

Anderson disse...

Daniel e Catita,

Que bom que vocês gostaram.
Sinal que estamos afinados no pensamento.
Não pensem que é todo mundo que gosta do que lê por aqui...

Abs

Jáder disse...

"Graça, abundante Graça, revelada em Jesus, um presente de Deus para nós".
Só assim para compreendermos aquilo que o Senhor Jesus nos permite fazer hoje: perdoar!

Parabéns Andinho!

Anderson disse...

Valeu, Jáder!