segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Você quer fogo?

Em que pese tenha me convertido numa igreja pentecostal e nela congregue até hoje, tenho dificuldades para me adaptar a algumas coisas que costumam nela ocorrer.

O fato que passo a relatar ocorreu há alguns dias, por ocasião do aniversário da igreja.

Logo no início da fala do pastor convidado para ser o preletor oficial da festividade, percebi que a jornada ia ser dura. É que ele tinha a irritante prática de pedir ao auditório para repetir algumas frases durante todo o tempo da pregação.

Pois bem. Numa dessas, ele pediu para olhar para o irmão do lado e perguntar: “você quer fogo?”. Na mesma hora veio-me à mente os vários sentidos que essa frase pode apresentar, principalmente para alguém que não pertence ao contexto pentecostal.

Para minha infelicidade, olhei para o lado e vi um visitante. Então, constrangido, abri um sorriso amarelo e fiz a desconcertante pergunta.

De lá do púlpito o pregador solicitou que erguêssemos as mãos sobre o irmão e repetíssemos: “fogo, fogo, fogo...”.

Aí já foi demais pra mim. Dessa vez não deu para atender ao pedido do pastor.

Para concluir, ele convidou à frente as pessoas que quisessem ter uma nova atitude em sua escola, trabalho, etc. Surpreendentemente, o pregador ungiu essas pessoas com óleo, contrariando a orientação neotestamentária de aplicação desta prática tão-somente em caso de enfermidade.

Saí antes de terminar o culto.

6 comentários:

Jáder disse...

Andinho, desde criança aprendemos que não é bom brincarmos com fogo...nem todos aprenderam, principalmente quando "fogo" denota purificação ou destruição.
Chega de invenção, basta-nos a graça, somente!

Anderson disse...

rsrs
Realmente os crentes brasileiros são muito criativos...

Nego disse...

Anderson,meu amigo fogo só bom pra uma coisa queimar pecado,e para purificar vidas...E quem brinca com fogo acaba se queimando.Por quer essa invenção com fogo,receba o fogo,o fogo de Deus vai te queimar,olha o fogo aí?Enquanto nós temos a graça de Deus e sua misericordia isso nos basta.

Anderson disse...

Amém!
Muito obrigado pelo comentário, Nego.
Abs

wagner disse...

rapaz... nao sei se continuo rindo (pq o fato daria uma boa piada, infelizmente...) ou se comento o texto rsrs... so rindo para nao chorar... mas olhemos pelo lado bom, pelo menos foi de graça, rs. Brincadeiras a parte, infelizmente essa tendencia "gospel" pregada nos nosso dias têm minado "nossas" mentes... vcs sabem que sou de uma igreja dita tradicional... mas ainda assim, acredito que tem gente que se eu contar tal acontecimento vai achar super normal e ainda vai da um "Gloria a Deus", e ainda um glória nao no sentido de adoraçao ao nosso Deus, mas como um verdadeiro e simples jargão gospel... trite, porem realidade; só nos resta pedir a Deus que tenha misericordia de nós e nos conceda a graça de aprender Dele... apenas Dele...

Anderson disse...

Parece mesmo uma piada, mas, infelizmente, não é...
É sempre bom ver um comentário seu por aqui, Wagner!
Abs