domingo, 21 de setembro de 2008

Em defesa da fé

Cada capítulo do livro é uma entrevista feita pelo autor a um estudioso cristão acerca de algum tema muito complexo do cristianismo. Questões como o sofrimento, inferno, milagres, história da igreja e outras são debatidas com bastante franqueza. O legal do livro é que o autor não se contenta com as respostas-clichês que andam freqüentemente nas bocas dos cristãos, mas que nem sempre são muito convincentes. As respostas quase sempre fogem do lugar comum das justificativas superficiais que costumamos ouvir na igreja.

É claro que nem todas as respostas são satisfatórias. Afinal de contas, são tratados temas da mais alta complexidade, e sabemos que assim com os céus são mais altos que a terra, assim são os caminhos e pensamentos de Deus mais altos que os nossos (Isaías 55:8 e 9). Por exemplo, não gostei muito da resposta dada à questão relativa a alguns atos divinos bastantes cruéis contidos no Antigo Testamento e nem da resposta sobre as sujeiras da história da igreja (como justificar o injustificável?). Em compensação, algumas entrevistas são muito boas, como a sobre os milagres, a que tratou da teoria da evolução e a acerca do inferno.

Um aspecto muito interessante é sobre o próprio autor, que é um jornalista que já foi ateu mas que se converteu após dois anos de pesquisa sobre as evidências históricas de Cristo. Desta pesquisa resultou seu primeiro livro, intitulado Em Defesa de Cristo.

Enfim, é um livro que recomendo. De vez em quando realmente necessitamos de algo que venha trazer um pouco mais de fé, e esse livro consegue fazer isso.

2 comentários:

Franck disse...

E aí amigão...gostei desse assunto
me chamou mto atenção.E tenho intreçe em comprar,quero q vç me indica qual é a editora,eu preciso desse livro,p/q minha fé cresça.

Anderson disse...

O livro é da Editora Vida. Se quiser te empresto o meu.
Abs